Nada de esconder quem você é: Maneiras para se livrar de padrões de beleza

Os padrões de beleza nos aprisionam, limitam e nos fazem sentir bem menores do que realmente somos. Eles representam uma versão muito deturpada sobre o que de fato é a sociedade e de como nos comportamos. 

Acontece que ele leva aos julgamentos, ancorados naquela perfeição estética criada, e faz com que seja doloroso se olhar no espelho. 

O que queremos na conversa de hoje é te fazer enxergar o quanto os padrões nos levam à moldes, e o quanto os moldes nos levam a sermos todos iguais. E não, não é nisto que acreditamos. 

Queremos te ver exalando a SUA beleza – aquela que tem características e moldes próprios. Assim, se torna tão única que difícil é não ser especial.

Se se desvincular dos padrões está sendo um desafio dos grandes, vem com a gente. 😊

Está nas revistas, programas, redes sociais… Em tudo!

Brigas internas, desentendimentos com o espelho e uma vida cobiçada em ter o corpo do outro é o que muitos de nós vivemos por causa das imposições dos padrões.

Olhamos para o lado, abrimos um aplicativo ou ligamos a televisão e tudo o que vemos são reproduções de uma aparência que parece inalcançável. Não é à toa que o Brasil é um dos líderes mundiais em cirurgias plásticas, segundo dados da International Society of Aesthetic Plastic Surgery (ISAPS).

É neste ponto que a gente entra: para que as cobranças e ditaturas sociais deixem de modelar e impactar negativamente a sua vida, é preciso ter muita clareza de algumas das mais importantes premissas que existem quando o assunto é beleza.Respire fundo e vem de coração aberto para recebê-las.

Desprenda-se dos padrões de beleza com essas 7 premissas

Já abriu o coração e está pronta para receber uma mudança de mentalidade que vai te ajudar a passar e se livrar dessas prisões com mais serenidade?

  1. A partir de hoje, só vai procurar por quem te inspira e não te diminui – tenha referências de beleza de pessoas que se pareçam com você. Que tenham sua tonalidade de pele, tipo de cabelo e de corpo, por exemplo. Tenha nelas uma fonte de inspiração. 
  2. É hora de ter estima em quem você é – a autoestima não pode estar vinculada apenas à sua aparência. Você também deve se admirar pelos seus pensamentos, inteligência e pela sua história. Para isso, reconhecer seus pontos fortes com frequência e ter momentos só com você serão importantes.
  3. Quem não sabe quem é, aceita o que vier – quando você não tem clareza de quem é, vive apenas o que lhe é imposto. Nem sequer questiona, só vai seguindo com o que é mais conveniente. Ter clareza sobre os seus sonhos, metas, valores, características, habilidades e o que importa para você é essencial. Quanto mais clareza tiver, menos aceitará o que não faz sentido. 
  4. Receber elogios é bom demais – receba os elogios de verdade, sem dizer que “eu não sou isso” ou “não é para tanto”. Aceitar e refletir posteriormente sobre o que o outro acha sobre você é uma experiência muito bacana. Sabe por quê? Muitas vezes, o outro reconhece e evidencia características em nós que nem a gente mesmo tinha se dado conta. 
  5. Saiba que correr atrás do inalcançável só te faz uma pessoa frustrada – aquelas características e jeitos de ser que vemos na mídia e redes sociais te fazem apenas correr atrás de algo que não será atingido. Sem falar que quanto mais pessoas tentam repetir determinado padrão, mais comum ele se torna, né? Delícia é evidenciar o que é seu e o que te faz ser você. 
  6. Padrões de beleza são aqueles que mostram a realidade – TODO mundo, em menor ou maior grau, fica preocupado com alguma coisa, passa por fases difíceis, tristezas e preocupações. TODO mundo enfrenta os dias em que se olha no espelho e não enxerga tudo o que é. Isto é normal e faz parte! O que não podemos é tornar isso como um hábito ou rotina. Permita-se ter os dias e fases ruins, mas jamais se esqueça de quem é. 

Guarde isso na mente, no coração e em suas ações: Você é humana – assim como está tudo bem ter dias ruins, está tudo bem reconhecer que você não é obrigada a nada. Exatamente! Você não é obrigada a seguir tendências que não te representam, a incluir hábitos que te fazem mal ou a manter pessoas que te sobrecarregam. Ao longo deste processo, podemos te prometer algo: é muito mais doloroso manter ser alguém que você não é do que ser julgada por quem não te conhece a fundo.

Vai por nós e acredite em você. Sua beleza e características são únicas – e também te fazem ser única

Nunca se esqueça: somos lembrados e evidenciados pelo o que somos e fazemos. Quanto mais você replicar padrões de beleza, mais chances terá de ser só mais um – afinal, muitas outras pessoas estarão fazendo e tentando ser o mesmo. 

Comece fazendo esta mudança de mentalidade por aí tendo um tempo só entre você e você. Clique aqui e saiba como.

Com carinho, 

Clorofitum. 

You May Also Like

Consciência coletiva: 8 hábitos que podemos fazer juntos para vivermos melhor

Usa o secador de cabelo todos os dias? Saiba quais são os cuidados indispensáveis!

Fez um novo corte e se arrependeu? Calma! Te ajudamos a lidar com o cabelo curto

Dia das Mães inesquecível: rotina de 1 dia para impressionar a sua mãe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *