Manual de como escolher um bom cabeleireiro e não cair em pegadinhas

Quer fazer alguma mudança ou simplesmente ter mais saúde capilar? Na hora de escolher um cabeleireiro, sabemos bem que o medo bate. Afinal, estamos falando de alguém que vai mudar a sua imagem e impactar diretamente na sua autoestima. 

Cortes errados, cores que destoam do que foi pedido e cabelo danificado são apenas alguns dos possíveis erros que fazem muitos de nós terem muita cautela na hora de escolher o salão de beleza que iremos frequentar.

Enquanto andamos pelas ruas, é normal vermos muitos salões de beleza espalhados por aí e promoções que parecem irresistíveis ou incontroláveis de não serem aceitas, né? Mas é aí onde está o ponto de alerta: é preciso levar algumas coisinhas em consideração antes de realmente entrar em algum deles. Ainda não sabe como achar o seu cabeleireiro dos sonhos? A gente te ajuda! 😊

O primeiro contato diz muito 

Sabe quando dizemos que a primeira impressão é a que fica? 

Pois então… A máxima é verdadeira! 

No caso dos cabeleireiros, gostamos de dizer que o primeiro contato representa o diagnóstico ou o teste de confiança.

Do que estamos falando? 

Se você chegar querendo fazer uma progressiva e o profissional não te perguntar nada sobre o passado do seu cabelo…

Se você chegar querendo fazer uma coloração e ele não fizer nem um teste de mecha…

Se você chegar querendo fazer uma hidratação potente e ele pegar o primeiro produto que vir pela frente sem perguntar para entender melhor sobre o seu tipo de cabelo… 

Saia correndo com muita vontade de se distanciar daquele local. 

O diagnóstico é uma fase essencial quando falamos de profissionais que realmente trazem soluções efetivas e que te deixam com a aparência desejada. 

Afinal, sejamos realistas: como o cabeleireiro vai fazer um bom trabalho sem conhecer mais sobre o seu cabelo, né?

Como escolher o cabeleireiro ideal?

 Com as dicas abaixo difícil vai ser não acertar na mosca aquele profissional que vai deixar seus fios deslumbrantes e saudáveis. 

  1. Observe por onde ele passou

As certificações e especializações importam muito e podem agregar muito ao serviço realizado. Aqueles profissionais que entendem e aplicam técnicas do visagismo e da colorimetria encontram o corte e a coloração ideal para o seu formato de rosto e cor da pele, por exemplo. 

  1. Os produtos utilizados importam

Assim como não há como cortar um legume mais rígido sem uma faca afiada, não há cabeleireiro que desempenhe um bom serviço sem instrumentos afiados e alinhados (que são os cosméticos).

Se você for leiga no assunto, não tem problema. Sinta-se livre para perguntar mais informações sobre as marcas utilizadas e origem dos produtos, e para pesquisar mais na internet. 

A qualidade importa muito e influencia diretamente no resultado final. 

  1. Observe se ele joga limpo 

Se na primeira vez que ele te vir, você dizer que quer ficar loiríssima e ele já agendar um horário para a transformação, desconfie. 

Desconfie do “tudo pode”, “tudo dá”, “tudo vai ficar bom em você”. Nem todo tipo de processo ou de tratamento é ideal para o seu tipo de cabelo. Por isso, esta é uma atenção que bons profissionais precisam ter e levar em consideração. 

  1. Preço não é sinônimo de qualidade 

Há profissionais bem qualificados, que estão localizados em bairros mais distantes e que são ótimos. Há profissionais mal qualificados, mas que estão localizados em bairros mais centrais. 

O preço não deve ser um fator determinante. Antes mesmo de ir em algum salão, peça recomendações e pesquise feedbacks na internet. 

  1. Acompanhe o trabalho online e tire suas conclusões 

Nada como uma prova prática e visual para que você mesmo possa tirar suas próprias conclusões, né? Afinal, uma coisa é você falar que é bom no que faz. Outra é mostrar que você é bom. 

Por isso, antes mesmo de fechar uma data com o cabeleireiro, acompanhe o trabalho nas redes sociais e confira o portfólio disponibilizado em um site ou redes sociais. Com certeza ali você já poderá coletar feedbacks de clientes e conhecer mais a fundo sobre o profissional. 

  1. Seja pé no chão

Cuidado com aquelas promessas muito irreais de sair de um cabelo bem pretinho para um loiro perolado e saudável em 4 horas. 

Assim como todo processo, não é diferente quando falamos de cabelos. Se for imediato ou rápido demais, saiba que o profissional passará por cima da delicadeza e paciência que o processo merece. 

Então, para não errar ou sofrer com um cabelo danificado, pesquise muito antes e fuja das armadilhas que trouxemos na conversa de hoje. Quanto mais consciência você tiver sobre a qualidade e procedência dos produtos, e sobre o cabeleireiro que está prestes a influenciar a sua autoestima, melhores e mais efetivos serão os seus resultados. 

Mas atenção: os cuidados devem continuar e ser mantidos em casa, ok? Conheça 3 produtos que vão te socorrer: 

CTI Pré e Pós Química Revitalizador Mask 

Águas Termais de Minas Sauna Capilar Shampoo

Miracle Platinum Leave-in

Com carinho, 

Clorofitum. 

You May Also Like

Metas SMART: o que são e como podem revolucionar o seu negócio?

Horta em apartamento é um sonho possível! Veja o passo a passo

Lucratividade no cenário pós-pandemia: como ter um negócio de sucesso?

Cuidados indispensáveis para dar fim ao cabelo loiro ressecado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *