Desvendando os rótulos de produtos para cabelo 

Quem nunca foi ao supermercado ou a uma loja de cosméticos sem saber qual produto escolheria para o cabelo? Às vezes vamos sem indicações ou certezas, e, ao chegarmos lá, escolhemos pela embalagem, pelo cheiro, por uma conversa no corredor ou até mesmo pelas informações dos rótulos.

O fato é: a escolha precisa ser consciente e baseada em informações que vão muito além de um cheirinho gostosinho. Combinado?

Ou seja, a composição dos produtos importa e muito. Ela que irá ditar os efeitos que serão proporcionados e em qual tipo de cabelo se encaixa melhor 🙂

Vem com a gente neste artigo para desvendarmos as informações contidas nos rótulos dos produtos para cabelo. 

Como escolher o produto ideal para o seu cabelo

Quando nos deparamos com uma estante de produtos de cosméticos, os de cabelo ocupam uma parte monstruosa, né? Então fica mais do que certo dizer que as opções e a diversidade da oferta no mercado são inúmeras. Mas, porém, todavia, contudo… Qual produto se encaixa melhor nas necessidades e vitalidade das SUAS madeixas?

É a partir deste ponto que a busca e análise das embalagens deve começar de fato, porque não temos dúvidas de que frases como “cabelos lisos por mais tempo”, “seu crespo mais saudável”, “crescimento acelerado dos fios” ou “aqui tem todos os nutrientes que o seu cabelo precisa” vão chamar atenção (até porque normalmente estarão escritas de forma bem chamativa). 

Mas espera aí! Cada cabelo tem a sua história, os seus traços e as suas particularidades, certo? Então as necessidades, reposição de nutrientes e requisitos para crescer com vida são diferentes. Isso mostra que é preciso muito mais: os produtos não devem ser escolhidos apenas pelas frases generalistas, mas também pelos incríveis RÓTULOS que escondem todas as respostas das nossas perguntas.

Rótulos como você nunca viu 

Assemelhe a composição de um produto com o de uma torta maravilhosa de chocolate: o ingrediente frustrante pode estar nos detalhes. Na torta de chocolate normalmente encontramos ovos, farinha, leite, fermento, óleo e chocolate. 

Mas, e se o comércio decidiu inovar e colocou uns pedacinhos de nozes na mistura? Você pode não gostar de nozes ou ter alergia a nozes. E é a partir daqui que começa o dilema: apesar dos efeitos positivos e comprovados das nozes no organismo, elas não são bem-vindas em qualquer corpo, porque as particularidades estão sempre aí. 

Informações gerais 

Normalmente, as informações gerais são disponibilizadas nos rótulos pelos fabricantes não só para potencializar os efeitos do produto e certificar de que o consumidor está utilizando-o de maneira correta, como também para se precaver de possíveis acidentes e efeitos perigosos (como a ingestão por crianças). 

Aqui você também pode encontrar a validade do produto e informações sobre o fabricante, além das tecnologias utilizadas: as mais famosas, nanotecnologia e o selo TECPRO, dão ainda mais credibilidade ao produto (porque elas são tudo de bom!).

Seguindo as instruções do fabricante, os resultados podem ser ainda melhores! 

A Clorofitum Cosméticos tem como princípio apresentar as informações claras sobre o uso correto dos nossos produtos. Este é o rótulo do Vitta Brilho.

Composição 

Aqui estarão as palavras-chaves; o que você necessariamente precisa saber: todos os ativos e composições que estão presentes naquele produto que você está prestes a escolher. 

E você deve estar se perguntando o motivo pelo qual deve sempre se atentar a cada item. A resposta é simples: você pode ter alergia a algo ou o seu cabelo pode não reagir bem a alguma substância. Lembra do exemplo da nozes no início deste tópico? É exatamente aquilo. 

Reflexão importante: quanto é 5+6? E 6+5? O valor se mantém 11 nas duas somas, certo? Diferente da matemática, nos rótulos, a ordem em que os ativos são listados faz a diferença: o primeiro é sempre o que tem em maior quantidade, e o último, o mais escasso. 

Portanto, lembre-se do seu objetivo ao procurar por um produto para cabelo e, de cara, já vai matar a charada. Por exemplo: se os fios estão precisando repor a vitamina E para uma umectação mais potente, o ativo Tocopherol Acetato é importante. Agora, se eles estão precisando de uma hidratação daquelas, nada como as proteínas para salvá-los. 

Nestes dois casos, para que o consumidor tenha o resultado almejado, esses dois ativos devem estar no início da lista dos componentes. Se uma série de outras substâncias aparecer antes, há grande chance de que o produto não seja efetivo. 

Vamos ao dicionário capilar dos rótulos 

Ascorbic Acid: rico em Vitamina C e proporciona o equilíbrio de proteínas essenciais à vitalidade dos fios (como o colágeno);

Biotin: rico em Vitamina H e garante o funcionamento perfeito das células presentes nos fios;

Cetyl alcohol: ajuda no controle da viscosidade das mechas;

Citric Acid: é um estabilizador super importante de PH;

Creatine: é um aminoácido presente na queratina do cabelo que ajuda na recuperação dos fios que passaram por transformações químicas;

Glycerin: glicerina importante para processos de umectação e hidratação; 

Guar hydroxypropyltrimonium chloride: ao auxiliar na retenção de água pelos fios, este componente hidrata, protege e ajuda a desembaraçar as mechas com mais facilidade;

Hydrolyzed Wheat Protein: proteína importante para a recuperação de fios danificados; 

Seed butter: um dos queridinhos. Ajuda os consumidores a retomar a nutrição, reparação e reconstrução da maciez capilar;

Ammonium lauryl sulfate: atua como um agente de limpeza de impurezas e remoção da oleosidade excessiva;

Panthenol: este é bem famoso. Ajuda a restabelecer o nível de água da fibra capilar;

Zinc Chloride: se o assunto é regeneração das células do cabelo, este aqui não pode faltar. 

Dica especial da Clorofitum 
  • Se a marca te promete nutrição, o produto deve ser majoritariamente composto por óleos vegetais (como óleo de coco e argan) ou por manteigas (como tutano e cacau);
  • Se a marca te promete reconstrução, busque por vitaminas, mel, silicones e componentes extraídos de vegetais (como plantas);
  • Agora, se a marca te promete hidratação, estamos falando de componentes como queratina, colágeno, aminoácidos e proteínas.

Se para cada um desses objetivos, os rótulos estiverem cheios dos componentes específicos, pode pegar o produto e ir para o caixa: a compra está certa. Caso contrário, pesquise melhor até encontrar o certo. 

Conhecendo os componentes e substâncias que constituem os produtos que consumimos, a nossa compra será cada vez mais consciente, sensata e certeira. 

Se quiser conhecer mais sobre os nossos produtos e falar com uma de nossas consultoras, é só entrar em contato com a gente.

 

Com carinho, 

Clorofitum.

You May Also Like

Empoderamento feminino: 10 livros que toda mulher deveria ler

Cabelo colorido: o que a cor do seu cabelo diz sobre você?

Saúde da mulher: saiba quais são os cuidados que você precisa ter

7 erros fatais na hora de fazer a gestão do seu salão de beleza

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *