6 dicas de gestão infalíveis para empreendedores de sucesso

O empreendedorismo veio para ficar e fazer parte da realidade dos brasileiros. Entretanto, se destacar no setor exige dedicação constante e técnicas mais assertivas. Empreendedores de sucesso não surgem do nada: eles planejam, analisam e se adaptam às novas realidades e necessidades do mercado.

Por mais que abrir um negócio sempre seja um desafio, ele vem carregado com grandes benefícios e transformações para o empreendedor: liberdade geográfica, ascensão financeira e felicidade de ser dono de um investimento.

Apesar do calor do momento, não podemos esquecer de um dado importante divulgado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresa (SEBRAE: a cada 100 novas empresas abertas em 1 ano no Brasil, cerca de 25% fecham as portas por falta de planejamento estratégico e financeiro.

E o que isso quer dizer?

Que planejamento e uma boa gestão importam e vão ser o seu grande diferencial para virar o jogo.

Na conversa de hoje, revelamos 6 dicas infalíveis de gestão para o seu negócio.

Por que empreender?

No Brasil, o empreendedorismo alcançou as maiores taxas de crescimento dos últimos 20 anos durante o período pandêmico: cerca de 25% da população adulta começou a empreender e os negócios alcançaram uma longevidade de pelo menos 3,5 anos de atividade. É o que apontam dados do SEBRAE.

Ou seja: a terra está fértil e germinando.

Além disso, há alguns benefícios tangíveis e intangíveis que só donos e donas de negócios sentem:

  • Independência profissional;
  • Flexibilidade de tempo;
  • Realização pessoal e profissional;
  • Apoio total do franqueador (no caso das franquias);
  • Aprendizados diários;
  • Conhecimento de todas as áreas de gestão empresarial;
  • Motivações para sonhar;
  • Maior escalabilidade do negócio;
  • Trabalhar com o que gosta;
  • Estabelecer regras próprias;
  • Evidenciar os próprios valores.

O que fazem os empreendedores de sucesso?

O crescimento do seu negócio depende de 3 palavrinhas mágica: planejamento, gestão e motivação. Acompanhe as dicas infalíveis para se dar bem:

1 – Você vai precisar dispor grande parte do seu tempo

Já ouviu falar que não existe almoço grátis?

Para ter sucesso no negócio, não basta investir apenas dinheiro: será preciso investir tempo e se dedicar completamente a ele. O empreendedor iniciante, para estabelecer a base do seu negócio, vai precisar dedicar grande parte do tempo livre ao trabalho.

A vantagem é que você pode trabalhar nos horários que lhe forem convenientes.

2 – Desenhe um plano de vendas

A grande verdade é que quem sustenta os sonhos de um empreendedor são os clientes que confiam e compram de seus produtos ou serviços. Para traçar um bom plano de vendas, pense em um funil estratégico:

  • Topo do funil é a etapa de atração de clientes. Para isso, invista em conteúdos educativos, amplos e abrangentes. Aqui é hora de mostrar seus conhecimentos e se destacar como autoridade no assunto.

Exemplo: se você tem uma franquia de cosméticos, conteúdos topo do funil poderiam ser: “5 maneiras de ter uma pele macia”, “como hidratar cabelo crespo?” ou “o que ninguém te conta sobre saúde capilar”.

  • Já o meio do funil é marcado pela etapa de relacionamento e aproximação. É a sua hora de se aproximar do potencial cliente que acabou de atrair. Como ele já te conhece e se interessou por você e pelo seu negócio, pode conseguir algumas informações de contato dele com um formulário para garantir algo especial. Ele fornece informações de contato e em troca ganha um e-book com “50 dicas para acabar com o frizz no no inverno” ou acesso à alguma live, por exemplo.
  • Por fim, chegamos ao fundo do funil. Quem chega até aqui já sabe o que pode comprar de você e já está bem preparado para comprar. Aqui é o seu momento de ser mais direto e falar mais abertamente sobre o que vende. Ofereça catálogos, faça ofertas, apresente as condições de pagamento, as opções disponíveis e formas de entrega.

3 – Valide o seu modelo de negócio

Desenvolva um modelo de negócio e não tenha medo de mudar caso não esteja trazendo resultados.

Não deixe de copilar informações importantíssimas como: público-alvo a ser atingido, hospedagem digital do negócio (em quais redes sociais ele estará? Como será o site?), clareza sobre o frete, controle de gastos, perdas e lucros de cada mês, e estoque bem controlado (anote entradas, saídas e datas de validade).

4 – Tenha um bom Branding do negócio

Já existem muitas marcas, fornecedores e vendedores no mercado. O que vai fazer alguém escolher e procurar por você serão os diferenciais que apresenta. Para isso, responda as seguintes perguntas:

– Qual transformação eu levo aos clientes? Autoestima, poder, educação, conforto, luxo…?

– Qual o slogan da minha marca?

– Quais emoções quero despertar? Aqui as cores, fontes, sons, linguagem e tom de voz influenciam;

– Quais valores são inegociáveis para mim e preciso evidenciar na minha marca? Liberdade, confiança, diversidade, conforto, autoestima…?

E atenção: não basta só definir, tem que mostrar, ok?

5 – Tenha um planejamento financeiro

A primeira grande orientação é: separe o seu financeiro pessoal com o profissional para ter um controle maior.

Além disso, tenha uma planilha semanal, quinzenal ou mensal com controle dos gastos (de todas as despesas fixas, variáveis, entradas e saídas). Assim conseguirá ter um balanço, saber o quanto está avançando e quais planos pode tirar do papel.

6 – Conheça profundamente seus clientes

Para conhecê-los cada vez mais e oferecer o melhor à cada necessidade, é preciso se colocar no lugar deles e entender o que gera dor, emoção, frustração e alegria. Para isso, responda com calma as seguintes perguntas:

Como o seu cliente ideal se sente em relação ao mundo?

– Quais são suas principais preocupações?

– E seus grandes sonhos e desejos?

– Ele está feliz fazendo o que faz ou na situação que se encontra? Ou há algo que o incomode?

– Quais pessoas, ideias e hábitos o influenciam?

– Quais valores são inegociáveis para ele?

– De quais assuntos ele gosta de debater?

– Como é a sua rotina?

– E que mais gosta de fazer no tempo livre?

Do que ele tem medo e quais são suas principais frustrações?

– O que ele gostaria de mudar em sua vida?

Onde ele quer chegar?

Atenção: todas essas perguntas são respondidas com base na observação detalhada do comportamento do seu cliente ideal e também perguntando para ele.

Assim conseguirá focar mais as energias, tornar sua marca mais assertiva e se aproximar cada vez mais das representações de empreendedores de sucesso.

Conheça mais sobre franquias baratas e como entrar neste mundo transformador do empreendedorismo.

 

Com carinho,

Clorofitum.

You May Also Like

Tons de loiro: como escolher o tom que mais combina com você

Empoderamento feminino: 10 livros que toda mulher deveria ler

Cabelo colorido: o que a cor do seu cabelo diz sobre você?

Saúde da mulher: saiba quais são os cuidados que você precisa ter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *