Inteligência emocional e beleza: mais consciência, vida e sanidade

Bem-estar, empatia, respeito, equilíbrio, autoconhecimento, reconhecimento de limites e emoções, bom convívio com as pessoas e, principalmente, com nós mesmos. Estes são traços da inteligência emocional.

Quando desenvolvemos essas habilidades e competências, não nos tornamos aptos somente a lidar melhor no meio social, com as outras pessoas, mas também passamos a nos respeitar e a nos cuidar de maneira constante.

Afinal, passamos a compreender o core de todas as lições deixadas: somos únicos, as pessoas são únicas e, quanto mais nos conhecermos e soubermos administrar o que sentimos, mais fôlego teremos para considerar cada um que passa por nós.

Claro que sem jamais nos esquecer de que, antes de tudo, precisamos estar bem conosco; com o nosso interior e exterior.

Que tal começar esta caminhada de autoconhecimento e mais beleza agora mesmo? Vem saber mais sobre inteligência emocional, seus pilares, sua relação com quem somos e muito mais. 

Corre que está tudo neste artigo! 😊

 

O que é inteligência emocional (IE)?

Jamais falamos sobre ela, a nossa querida e super importante inteligência emocional (IE), sem falar sobre todo o funcionamento do nosso cérebro, que nos leva a um lugar privilegiado de entendimento do comportamento humano.

Em poucas palavras, a IE é a capacidade desenvolvida para reconhecer, aceitar e gerenciar cada emoção, de modo que possamos chegar à conduta desejada: saber lidar com nós mesmos e com os outros de maneira cordial.

Mais do que isso, é importante que sempre lembremos que os sentimentos e emoções mostrados ao mundo podem ser contagiosos, nos levar a um patamar elevado de bem-estar e autoestima, e/ou influenciar pessoas à nossa volta.

Um exemplo disto é: quem nunca ouviu um “fulana chega e o ambiente se transforma”, né?

 

Quais são os seus pilares e competências?

Ao pensar na IE, consideramos 4 pilares muito importantes, que passam pela nossa vida pessoal e social. 

São eles:

  • Autoconsciência (como me vejo);
  • Autogestão (como me gerencio);
  • Empatia (o que e como enxergo o outro);
  • Gestão de relacionamentos (como lido com o outro).

Tais pilares são os que sustentam todas as competências que se ligam à inteligência de nossas emoções e nos mantêm em um equilíbrio muito magnífico e surpreendente:

Pilar da autoconsciência

Esta é a chave da IE, simplesmente porque envolve o nosso nível de autoconhecimento: o quanto somos capazes de reconhecer o que estamos sentindo para não perdermos o controle?

Competência a ser desenvolvida

  • Emocional – Quais são os gatilhos mentais que te movem nas inúmeras situações da sua vida?
Pilar da autogestão

Agora que as suas emoções já são conhecidas, é possível começar a gerenciá-las, controlá-las e lidar melhor com as circunstâncias do dia a dia.

Tudo isso para ter mais assertividade e êxito nas pequenas decisões diárias.

Competências a serem desenvolvidas:

  • Gestão das emoções;
  • Adaptabilidade;
  • Orientação para o próprio crescimento;
  • Otimismo.
Pilar da empatia

Aqui já me conheço e já gerencio melhor o que sinto. Agora é a hora de desenvolver a consciência da existência do outro, me colocando sempre no lugar de alguém.

Competências a serem desenvolvidas:

  • Empatia;
  • Consciência de que vivemos em grupos sociais;
Pilar da gestão de relacionamentos:

Agora já nos conhecemos bem, conhecemos nossas fraquezas e habilidades, e desenvolvemos competências importantes para nos respeitar da maneira que merecemos.

A pergunta é: me relaciono de maneira satisfatória com os outros também?

Competências a serem desenvolvidas:

  • Influência positiva;
  • Neutralizar conflitos;
  • Trabalho em equipe;
  • Deixar bons legados na vida das pessoas.

Bora começar se perguntando como você se vê, se ama e o quanto se conhece?

Sabia que inteligência emocional tem tudo a ver com beleza emocional?

O acúmulo de pensamentos e ações positivas, desenvolvidos com a IE, nos leva em direção a um caminho triunfante: uma vez que nos sentimos emocionalmente bonitos, a sensação de bem-estar dispara e se torna um estilo de vida.

Junto com a inovação do mercado de cosméticos, a beleza emocional vem para reafirmar que mais importante do que o desenvolvimento de produtos inovadores, é a sensação de dedicação e estimulação de boas sensações ao cuidarmos do nosso corpo, pele, cabelo e comportamento.

Ou seja, a beleza emocional, aprendida ao longo da vida, ultrapassa o que vemos externamente: chega ao nosso interior, no que sentimos quando cuidamos de nós mesmos e como nos comportamos em relação ao outro.

Demais, né? Ser positivo e se cercar do que nos faz bem é liiiiindo!

 

Ainda está em dúvida da importância de todas essas habilidades e competências? 

  • Cria motivações a si próprio;
  • Mais respeito a quem você é e a seus limites;
  • Passa a se amar verdadeiramente;
  • Persiste em um objetivo apesar dos obstáculos;
  • É positivo nas mais diversas circunstâncias;
  • É empático e respeitoso com os outros;
  • Controla e gerencia o que sente;
  • Entende que cada um tem suas próprias peculiaridades (e que a beleza é uma delas!).

Se precisássemos resumir o texto todo em uma frase, seria: ter consciência de suas emoções e conseguir gerenciá-las abre o leque de oportunidades para uma vida mais consciente, respeitosa e cheia de beleza (tanto em relação a você quanto ao outro).

A inteligência emocional nos deixa um legado importante de que, para sermos respeitosos e cuidadosos em nossas relações interpessoais, devemos primeiro olhar para dentro de nós e alcançar o nosso bem-estar. 

 

E aí? Vamos juntos?

Adoramos saber o que vocês têm achado nos nossos artigos aqui no blog e do que temos compartilhado em conjunto. Que tal deixar um comentário aqui embaixo e nos fazer uma visita virtual? 

 

Com carinho,
Clorofitum. 

You May Also Like

Beleza masculina: os maiores tabus que devem ser quebrados para você viver melhor

32 dicas de beleza que nunca saem de moda

Cabelo ralo cada vez mais aparente? Saiba como disfarçar e tratar

Spa dos pés: como cuidar muito bem deles no inverno?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *