Guia completo: como manter e cuidar de tranças box braids?

Em tradução literal, box braids são tranças em caixas, fortemente disseminadas nos Estados Unidos, e muito populares entre a população negra. Além de ser uma simbologia forte da cultura africana, homens e mulheres vêm investindo cada vez mais nesse visual por ser moderno, novo e identitário.

Os fios da fibra sintética se juntam ao cabelo natural para formarem tranças de todos os comprimentos, estilos e cores – na intenção de tornar processos mais fáceis, cabelos mais práticos e, claro, marcar uma identidade forte de uma cultura riquíssima e diversa.

Sabemos que uma série de dúvidas surgem sobre este assunto: “essas tranças quebram o cabelo?”, “como vou lavar o meu cabelo natural?” e “como posso cuidar dos meus fios?” são só algumas delas.

Todas essas respostas você confere neste guia super completo. Você vem com a gente? 😊  

 

 

Ponto inicial do nosso guia: o que são box braids?

Foi no século XV, com a escravidão em massa de povos africanos, que as tranças se disseminaram: eram símbolo de resistência, transmitiam mensagens e era uma maneira para que suas origens jamais fossem esquecidas – já que perpassam pelo âmbito social, religioso, de parentesco, localização e étnico.

Mais tarde, as tranças representaram movimentos importantes da história, como a Marcha dos Direitos Civis, Black Power e Panteras Negras. Todos tinham o grande objetivo de enaltecer a autenticidade e o poder da cultura afro.

Em suma, box braids são tranças soltas feitas com o entrelaçamento entre um material sintético e o cabelo natural. Elas começam lá na raiz do cabelo e passam por todo o comprimento. Ao fazê-las, as pessoas procuram:

  • Alongar os fios;
  • Praticidade no dia a dia;
  • Deixar o cabelo mais volumoso;
  • Tornar o processo de transição capilar mais afetivo;
  • Mudar de visual;
  • Carregar um simbolismo marcante da cultura afro.
As tranças são um legado vivo da cultura afro, que já passa por gerações. Imagem: Portal Geledés
Já estamos na metade do caminho: quais são os tipos e como fazer?

Para que elas fiquem de acordo com o esperado e não prejudiquem a saúde capilar, é indispensável que sejam feitas por um dreadmaker ou trançadeira, profissionais experientes e especialistas no método.

Geralmente, o material mais utilizado é o kanekalon do tipo Jumbo ou lã, e o procedimento pode demorar até 8 horas. Isto porque o cabelo é dividido com muito cuidado em mechas bem fininhas, para que o resultado ultrapasse expectativas, seja versátil no cotidiano e, claro, saudável para seu cabelo.

Nas pontas sintéticas das tranças, o profissional amarra muito bem com um elástico resistente e queima as pontinhas com um isqueiro para se certificar de que elas não soltarão por nada.

Conheça alguns tipos:

tranças afro chanel – Imagem: All Things Hair

 

Tranças afro com rastafari – Imagem: Styles Rant

 

Tranças afro estilo californiana – Imagem: Bensinan

 

 

Tranças afro grossas com acessórios no comprimento – Imagem: Top Trends Guide

 

Estamos quase lá: 10 cuidados indispensáveis para o novo visual

Sempre que iniciamos qualquer procedimento novo, buscar informações para não prejudicar os resultados é muito importante. Parabéns pela sua decisão de estar consumindo este conteúdo! 😊

Vamos aos cuidados:

  • Faça manutenção de 3 em 3 meses – o período de manutenção é tido como um “tempo seguro” para que não haja danificação alguma dos fios;
  • Cronograma capilar entre uma manutenção e outra – a cada 3 meses, retire todas as tranças e fique por pelo menos 1 semana só tratando e fortalecendo o seu cabelo, ok? Os fios naturais precisam desse respiro! Confira o cronograma ideal para o seu tipo de cabelo aqui;
  • Tudo bem sentir leves dores no início – nos primeiros dias após fazer as tranças, é normal sentir dores de cabeça e incômodos no couro cabeludo, afinal, ele acaba de passar por uma tensão capilar. Como as tranças precisam ficar bem firmes, o desconforto é recorrente e passa com os dias. Para aliviar, faça compressas de água quente. Se as dores persistirem por muito tempo, procure um profissional ou dermatologista, ok?
  • Siga as instruções do profissional – pergunte sem medo para a sua trançadeira os cuidados que você deve ter com os fios. Devido às experiências já vividas, com certeza ela tem histórias, recomendações e conselhos importantes para te dar;
  • Lavagem na frequência e do jeito certo – lave seu cabelo de 1 a 2 vezes por semana. Para chegar à raiz, entrelace os dedos entre as tranças e esfregue muito bem com as pontas no sentido em que as tranças foram feitas. Utilize um shampoo anticaspa e que mantenha os fios fortalecidos
  • Reduza o uso do condicionador – o uso excessivo de condicionador pode deixar o couro cabeludo ensebado e soltar as tranças mais rapidamente. Controle muito bem seu uso quando estiver com tranças, ok?
  • Verifique se está tudo ok antes de dormir – o cabelo precisa estar totalmente seco, para evitar o aparecimento de fungos e bactérias indesejadas. Além disso, é extremamente recomendável dormir com touca de cetim para evitar frizz, ressecamento da raiz e a soltura das tranças;
  • Mantenha a raiz hidratada – prepare uma misturinha em um spray com água e um pouco do seu creme hidratante preferido, e dê uma borrifada bem de leve diariamente na raiz. Espalhe por toda a extensão. Isto ajudará em muito na manutenção da saúde do seu cabelo natural.
  • Evite certos tipos de produtos – aqueles produtos que são compostos por componentes muito pesados e priorizam uma quantidade mínima de agentes naturais, devem ser deixados de lado para que os poros da sua fibra capilar não sejam entupidos e possam respirar com mais facilidade.
  • Siga técnicas de lavagem – com a ajuda de um borrifador, aplique shampoo e um pouquinho de condicionador na raiz do seu cabelo, e espalhe com as pontas dos dedos. Com este movimento, a mistura já vai escorrer pelas tranças. Depois, é só aplicar shampoo nas pontas e ir esfregando com muita delicadeza. Feito isso, enxague e é hora de fortalecer os fios! Também com a ajuda de um borrifador, aplique sua máscara de tratamento na raiz e deixe agir pelo tempo recomendado no rótulo da embalagem.
imagem do nosso Kit Ouro 24k Clorofitum

 

Pronto! Agora enxágue e seque muito bem com a ajuda de um secador (priorize o jato de ar morno).

Chegamos ao final do nosso guia e você já está prontinho e prontinha para pisar em solos seguros.

A versatilidade, força e história da box braids nos deixam até sem ar, né? É como se pudéssemos carregar uma simbologia muito importante em nossas cabeças, ter um dia a dia mais tranquilo e poder inovar no visual a cada saída.

Nos chame no WhatsApp para garantir seus produtos agora mesmo, e levar saúde e beleza até seu cabelo 😊

 

Com carinho,

Clorofitum.

You May Also Like

Empoderamento feminino: 10 livros que toda mulher deveria ler

Cabelo colorido: o que a cor do seu cabelo diz sobre você?

Saúde da mulher: saiba quais são os cuidados que você precisa ter

7 erros fatais na hora de fazer a gestão do seu salão de beleza

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *