Empreendedorismo feminino: Desenvolvendo o seu negócio o que já deu certo

No mês em que celebramos o Dia Internacional da Mulher, nada como celebrar e evidenciar grandes empresárias por aqui – já que, no Brasil, 8,6 milhões de mulheres são donas do próprio negócio.

Zica Assis, fundadora do Instituto Beleza Natural, e que nos ajuda a revolucionar o mercado de beleza no país, tem muito a ensinar sobre empreendimentos que dão certo.

Então, você, que é dona de salão ou de uma franquia de cosméticos, com certeza pode aprender muito na conversa de hoje.

Prepare-se para inovar, colocar as ideias em prática e encantar cada vez mais clientes com seus serviços e produtos.

Empreendedorismo feminino no Brasil surpreende a cada ano

Já começamos com um dado impactante: juntas, formamos o sétimo país com o maior número de empresárias do mundo.

Segundo dados da Global Entrepreneurship Monitor 2020, dos 52 milhões de empreendedores, 30 milhões são mulheres – o que corresponde a quase 60%. Além disso, os mercados com maior crescimento e preferência são os de beleza, moda e alimentação.Porém, o crescimento do empreendedorismo feminino sofreu queda durante a pandemia. Os maiores motivos apontados são:

  • Aumento dos trabalhos domésticos;
  • Falta de gestão empresarial;
  • Crise financeira e conjuntura do país;
  • Não enquadramento às tendências e exigências do mercado de hoje.

É por isso que, para ter um salão de beleza ou uma franquia de cosméticos que dê lucro e sempre tenha novos clientes, é preciso cuidar muito bem de como andam os bastidores e da gestão.

Lições para serem aplicadas no seu negócio

Vamos aprender mais com a super empresária Zica Assis, que teve coragem de tirar sua ideia da cabeça, se dedicou muito, fez escolhas difíceis e hoje tem lojas no Brasil e nos Estados Unidos.

  1. Empreender é encontrar soluções – Zica desenvolveu produtos e serviços únicos e poucos explorados. Ela ouviu o mercado e sabia exatamente quem queria atingir;
  2. O seu problema pode ser o de mais pessoas – quando começou a trabalhar nas casas de famílias, Zica foi obrigada a cortar o cabelo curto. Seu black power incomodava. Este foi o estopim para ela decidir entender melhor seu cabelo e de onde surgiu a ideia do Beleza Natural. Ela via essa necessidade também em outras mulheres e pouquíssimos ensinamentos e especializações sobre o assunto;
 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Clorofitum Cosméticos Oficial (@clorofitum.oficial)

  1. O resultado não é imediato – não pense que você vai acordar com um negócio todo estruturado da noite para o dia. A transformação é gradual. Do primeiro teste à formulação do produto final, foram 10 anos de pesquisas e experimentações;
  2. Nem sempre a rede social do momento é onde o seu público está – além disso, nem sempre a rede que você mais gosta é a mais indicada para o seu negócio. Zica procurou saber onde estava o seu público. A partir daí, até cartazes nos ônibus e anúncios nas rádios fazia;
  3. A inspiração pode vir de onde você menos espera – Zica encontrou no McDonald’s algo revolucionário para o seu negócio. Percebeu que os funcionários da rede de fast-food eram divididos em várias funções. Foi assim que adotou a mesma lógica em seu salão de beleza: cada profissional ficou responsável pela etapa que fazia melhor. E deu super certo!
  4. Recalcular a rota é preciso – a empresária nunca parou de acompanhar e olhar para os bastidores do seu negócio. Só assim é possível identificar onde está avançando e onde precisa de ajustes. Zica identificou erros de logística em um de seus salões e precisou ir reajustando. Pense por aí: o que só vem sendo um peso morto para o seu negócio? Clica aqui que te ajudamos.
  5. Nunca pare de aprender – mantenha a curiosidade lá em cima. Primeiro que nunca sabemos de tudo, segundo que podemos encontrar oportunidades de desenvolver o nosso negócio só observando à volta, ouvindo as pessoas atentamente e estudando sobre tendências de mercado

Zica Assis é uma grande empresária do mercado de beleza do Brasil. Também é um dos grandes nomes que incentiva e faz o empreendedorismo feminino acontecer.

E ela com certeza nos inspira e nos ensina muito. Afinal, assim como qualquer um, tudo começou de uma ideia da cabeça, que ela teve coragem de colocar pra fora.

No mês em que evidenciamos o Dia Internacional da Mulher, que tal pensar diferente em fazer negócios?

Saiba mais sobre a força que o seu negócio pode ter: 

Se você tem um salão de beleza, clique aqui.

Se você tem uma franquia de cosméticos, clique aqui. 

Com carinho,

Clorofitum.

You May Also Like

Metas SMART: o que são e como podem revolucionar o seu negócio?

Horta em apartamento é um sonho possível! Veja o passo a passo

Lucratividade no cenário pós-pandemia: como ter um negócio de sucesso?

Empreendedorismo digital: 5 dicas para empreender no mercado da beleza

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *