Empoderamento feminino: 10 livros que toda mulher deveria ler

A literatura e as histórias estão aí para nos trazer 3 grandes benefícios: informação de qualidade, consciência de quem somos e clareza para onde estamos indo. Este é o grande poder do empoderamento feminino: reconhecer a força e beleza da mulher.

Quando uma mulher se empodera, ela atinge um grau de autoestima, de força e poder em um nível nunca antes visto. Afinal de contas, quanto mais consciência temos de quem somos, mais respeitamos a nossa história.

Na conversa de hoje vamos citar 10 livros poderosos e necessários que toda mulher deveria ler para reconhecer sua voz e importância no mundo.

Preparada?

Temos certeza que sim! Então vamos lá ?

1 – Sejamos todos feministas

Escrito por Chimamanda Ngozi, a narrativa é extremamente didática. A autora traz à tona o que podemos fazer para desconstruir o universo do machismo que impacta negativamente até na vida dos meninos.

De forma clara, mostra os sinais diretos que vemos do machismo em cada esfera do nosso dia a dia.

2 – Mulheres, raça e classe

Escrito por Angela Davis, o livro traz uma reflexão muito importante e necessária sobre a diferença que existe até mesmo entre as mulheres.

Ela mostra em detalhes como que mesmo com a abolição da escravatura, as mulheres negras vivem bem mais longe de uma sociedade com mais igualdade.

3 – A cor púrpura

Em forma de cartas, a autora Alice Walker retrata a história de Celie, abusada sexualmente pelo próprio pai. A narrativa nos envolve porque, apesar de falar sobre o abuso, também expõe esferas de amor e amizade.

4 – Girlboss

Neste livro autobiográfico, conhecemos a incrível trajetória de Sophia Amoruso, que, insatisfeita com a carreira que levava, começou a vender roupas de brechó em um marketplace até que, tempos mais tarde, tornou-se CEO de uma loja virtual avaliada em 100 milhões de dólares, a Nasty Gal.

É surpreendente e motivador ver o crescimento e os obstáculos superados ao longo desta narrativa.

5 – Anne de Green Gables

Escrito por Lucy Maud, entramos na história da Anne, menina órfã que foi enviada por engano para uma família que tinha a intenção de adotar um menino.

Apesar de ter ficado com a família, passou por obstáculos por conta do contexto que esperava por uma figura feminina. Mas, com seu jeito único e sempre lutando por suas vontades e espaço, conquista seu espaço e torna sua história encantadora.

6 – As meninas

Escrito por uma escritora brasileira, a Lygia Fagundes, e retratando um cenário brasileiro, a Ditadura Militar, a autora traz à tona a história de 3 amigas que ficaram instaladas em uma pensão de freiras.

A narrativa entrelaça aspectos sobre experiências femininas, liberdade e sentimentos em um período de muita repressão.

7 – Mulheres que correm com os lobos

Este livro extremamente transformador foi escrito por Clarissa Pinkola, psicanalista americana. Ela traz uma interpretação única para lendas folclóricas e histórias antigas, a fim de identificar o arquétipo da mulher selvagem.

Seu grande objetivo é resgatar a natureza indomável da mulher.

8 – Corajosa sim, perfeita não

Este livro é um grande incentivo para que as mulheres se arrisquem mais e não desistem do que desejam. Escrito por Reshma Saujani, ela lista tudo o que somos ensinadas desde pequenas – principalmente a sermos perfeitas -, e sugere a quebra dos padrões para que possamos viver a vida que queremos.

9 – Comer, rezar e amar

Este livro é para se emocionar e reviver memórias. Vivendo a crise da meia-idade, Elizabeth Gilbert descreve as mudanças na sua vida pessoal, profissional e amorosa.

Depois de alguns caminhos que a levaram à depressão, vendeu seus bens materiais e se demitiu do trabalho para viver um período sabático viajando ao mundo. Como resultado, se reencontrou e viveu uma fase bem inspiradora.

10 – Outros jeitos de usar a boca

Para quem gosta de poesia, este livro com certeza será muito motivador. Rupi Kaur, uma poeta indiana, traz poemas tocantes sobre relacionamentos, abusos físicos e psicológicos, amor-próprio e liberdade.

Ela leva as leitoras para um caminho muito transformador de vulnerabilidade e reconhecimento de quem é e o que pulsa suas vontades.

Ufa! Quantas obras inspiradoras e motivadoras, né? A gente fica até sem saber por qual começar.

Como incentivar o empoderamento feminino?

Olha só que interessante: engana-se quem pensa que uma mulher que reconhece toda a força que tem, traz benefícios única e exclusivamente para ela.

Quando uma mulher muda, o contexto à sua volta também se fortalece.

Portanto, comprar de negócios liderados por mulheres, compartilhar conhecimentos de mulheres, denunciar casos de abusos contra mulheres e presentear mulheres que você ama, é uma forma de dizer “você é incrível, siga em frente”.

Quanto mais o empoderamento feminino fizer parte da nossa sociedade, mais chances as mulheres terão de ocupar espaços sociais importantes, acesso à educação, crescimento econômico, independência financeira e acesso à higiene básica.

Leita também:

Saúde da mulher: saiba quais são os cuidados que você precisa ter!

Com carinho,

Clorofitum.

You May Also Like

Reunimos as melhores receitas veganas para o Natal

Preparação do cabelo para o Natal: tudo sobre umectação capilar

O que namorar mais tem a ver com vender mais?

Como criar hábitos saudáveis para conquistar seus objetivos?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *