As melhores dicas para veganos iniciantes

Já foi a época em que os veganos eram vistos como “modinha”. Veganismo é tendência, qualidade de vida e pensamento no longo prazo. Mas, sabemos que não basta só querer, é preciso saber como ser, né?

Adeptos à tudo que valoriza e respeita o meio ambiente desde 2001, vamos abrir o nosso coração para te dizer dicas preciosas para você que está começando a mudança de estilo de vida.

Não se preocupe: é um caminho e uma jornada deliciosa. Seu corpo, hábitos e meio em que vive responderão à altura.

E o melhor de tudo: seus hábitos deixam de ser sacrifícios e passam a ser alívios.

Vem com a gente que no caminho te explicamos!

Tucano Araçari

Muito mais que alimentação

veganismo pode mudar todas as áreas da sua vida: é muito mais do que comer saudável. Perpassa pelos hábitos do seu estilo de vida e até na exclusão de relações tóxicas.

O fato é: uma das premissas para entrar para o time de quem se preocupa com o meio ambiente em todas as esferas, é excluir o consumo de todo e qualquer tipo de produto de origem animal.

Isso inclui a não ingestão de ovos e mel, por exemplo, distância de roupas com produtos tipo lã e couro, e um tchau bem grande para cosméticos testados em animais.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Clorofitum Cosméticos Oficial (@clorofitum.oficial)

É, principalmente, um estilo de vida que levanta 3 principais bandeiras:

Não à exploração da natureza;

Sim ao bem-estar social;

E um coooom certeza à prevenção de doenças por meio da boa alimentação.

Veganos, preparem-se para a mudança

  1. Comece simples 

Como conversamos, o veganismo vai muito além da alimentação. Se você ainda não pode deixar de consumir algum alimento de origem animal, comece repensando sua maneira de se vestir com roupinhas sem crueldade;

  1. Adicione primeiro, subtraia depois 

Toda transição e mudança costuma ser turbulenta, né? Estamos falando de um novo cenário, novos hábitos e pensamentos… Se você for muito radical, corre o grande risco de perder a mão e ter que recuar para a estaca zero. Então, nossa grande orientação é: comece adicionando novos alimentos e hábitos veganos à sua rotina. Exclua o que não faz mais sentido só depois que já estiver mais acostumado;

  1. Não tem ritmo certo para a mudança

melhor ritmo é aquele que você consegue acompanhar, afinal, “ser vegano” é apenas um rótulo. O que importa mesmo é o que você tem feito e o quanto tem tentado no dia a dia;

  1. Mantenha-se informado 

Documentários, séries, livros e conversas estão aí para nos manter no caminho do bem-estar. Quanto mais informação de qualidade você conseguir digerir e consumir, mais chances terá de fazer a transição de maneira deliciosa. O documentário “Sem carne, por favor” e o livro “Por que amamos cachorros, comemos porcos e vestimos vacas” são clássicos para nós veganos!

  1. Esse negócio de “tudo ou nada” não funciona 

Cuidado com a frustração de não conseguir mudar o estilo de vida da noite para o dia. Muito cuidado com verdades absolutas, sem exceções e com disseminação de uma relação tóxica com o veganismo. Poxa, é para ser saudável, sustentável e gostoso (e não para pesar a sua vida, ok?).

  1. Busque o que te inspira 

Quem ou o que te inspira? Quais pessoas? Perfis? Conversas? Obras? Comidas? Faça procuras por @ no Instagram, por blogs no Google e por lojas veganas por aí. Caminhar com quem já está no caminho que você quer percorrer é mais gostoso!

  1. Aventure-se na cozinha e descubra mundos 

O processo de “veganizar” os pratos e receitas que você já come é um início bem legal. Faça substituições em cima dos seus pratos favoritos e verás a mágica acontecer;

  1. Esteja próxima ao que sustenta a sua alimentação 

fórmula de sucesso se chama proteína + ferro + cálcio. Existe muita reposição de nutrientes completinha na alimentação vegana. Alimentos como tofu, soja, leguminosas, feijão, linhaça, abacate, bebidas vegetais (ex.: leite de amêndoa) são alguns dos mais poderosos;

  1. Substitua seus cosméticos 

Os nossos produtinhos que utilizamos para ficarmos com a autoestima lá em cima não podem prejudicar o meio ambiente, né? É por isso que produtos veganos precisam entrar em jogo e estampar suas prateleiras. Além deles serem do bem, proporcionam um resultado de tirar o ar!

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Clorofitum Cosméticos Oficial (@clorofitum.oficial)

Por fim, temos a última dica para vocês, veganos iniciantes: a transição pode ser saudável e sustentável. Sim, não precisa ser pesada. Não, não é para vir com sacrifícios.

A decisão já foi tomada aí dentro do seu coração. Agora é só ir atravessando o portão e vir para o lado de cá. Vá no seu ritmo e siga as dicas que compartilhamos aqui. Vai ver como o resultado será muito mais que positivo: vai ser transformador.

Já comece enchendo a sua prateleira só de produtos e cosméticos veganos.

Com carinho,

Clorofitum.

You May Also Like

Metas SMART: o que são e como podem revolucionar o seu negócio?

Horta em apartamento é um sonho possível! Veja o passo a passo

Lucratividade no cenário pós-pandemia: como ter um negócio de sucesso?

Empreendedorismo digital: 5 dicas para empreender no mercado da beleza

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *